Pissetti participa de cerimônia no Supremo Tribunal Federal em Brasília
29/11/2012

Acontece hoje (29), em Brasília (DF), a posse do novo Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o catarinense, Teori Zavascki. O presidente da Câmara de Vereadores de Itajaí, Luiz Carlos Pissetti (DEM), recebeu o convite para a cerimônia e se descreveu honrado pela lembrança do amigo que conviveu no oeste de Santa Catarina. O evento tem início às 16 horas e será transmitido pela TV Justiça.

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP – (47)9670.4488

Anúncios

Senado aprova lei que regulamenta profissão de cuidador de idoso
18/09/2012

Pissetti comemora vitória “parcial” e agora intensifica luta pela inclusão dos cuidadores de deficientes múltiplos e graves

Foi aprovado no Senado Federal o Projeto de Lei que regulamenta a profissão de cuidador de idoso. Com a decisão, o Projeto das “Mães Cuidadoras”, nascido por autoria do vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), em Itajaí, ganha força para seguir o mesmo caminho em Brasília (DF). A medida ainda passa pela avaliação da Câmara Nacional.

Agora a meta de Pissetti é tornar a pessoa cuidadora de deficiente múltiplo ou grave em profissional, nos mesmos moldes da “categoria” dos idosos. Em ofício enviado ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB), e à bancada de senadores catarinenses, o parlamentar itajaiense enfatizou a necessidade da inclusão dos demais. “Os que cuidam de portadores de necessidades especiais se encontram na mesma situação e não têm nenhuma assistência”.

Feliz e entusiasmado com a notícia, o parlamentar comemorou a expansão de sua iniciativa e aposta que passos maiores serão alcançados. “São mães que vivem no silêncio de seus lares, é urgente que alguém fale por elas e seus filhos (…) é meu dever falar por estas famílias, esse projeto jamais ficará em minha gaveta”, garantiu.

É importante relembrar que em novembro do ano passado a ideia já havia sido anexada ao Projeto de Lei da Câmara Federal, nº 040/2010, do ex-deputado Leonardo Mattos (PV-MG), que trata da concessão de aposentadoria especial à pessoa com deficiência, filiada ao Regime Geral de Previdência Social.

Entenda o “Mães Cuidadoras” no município

O ante projeto atribui à Secretaria de Desenvolvimento Social, auxiliada pela Secretaria da Criança e do Adolescente, o cadastramento de todos os lares que possuem portadores destes tipos de deficiência (múltipla ou grave), já que estes são considerados juridicamente incapazes e acabam não sendo amparados por políticas públicas específicas.

Caso a proposição seja transformada em Lei, a Prefeitura deverá isentar as residências, que acolhem múltiplos deficientes, de todos os impostos e taxas municipais. Ao Desenvolvimento Social caberá a tarefa de suprir as famílias com, no mínimo, dois cartões cidadania: um para atender ao portador de necessidades especiais e outro aos cuidadores.

“Temos que evitar situações constrangedoras que exponham estas famílias em programas de TV sensacionalistas, estes acabaram se tornando o único meio para se conseguir pacotes de fraldas, remédios ou cadeiras de rodas”, constatou Pissetti, ele ainda lembrou o trecho da Constituição que fala na garantia de vida digna a todas as pessoas.

O quadro de serviços do Programa também abrangeria a Secretaria de Saúde. O fornecimento de medicamentos, fraldas, e o atendimento médico e fisioterápico domiciliar, ao deficiente e familiar cuidador, ficaria garantido pelo setor. “As mães envelhecem e os filhos crescem adquirindo, em muitos casos, peso e estatura maior que dessas guerreiras que continuam a carregá-los nos braços para alimentar, dar banho e trocar fraldas”, explicou e frisou o autor: “a pessoa que cuida por muitos anos de um enfermo, tem a saúde física e emocional abalada”.

Um dos artigos da indicação respalda ao Executivo a garantia da prática de atendimento diferenciado em todos os órgãos municipais e conveniados. A preferência na aquisição de moradias populares, a construção de banheiros adaptados e rampas em ruas, também estão previstas. “Muitas destas pessoas sequer possuem banheiro, quanto mais com adaptação específica para minimizar a dificuldade das tarefas”, finalizou Pissetti.

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP  –  (47)9670.4488

Foto: Victor Schneider

Secretaria de Portos garante apoio à construção da marina de Itajaí
09/02/2012

Pissetti compôs comitiva que foi a Brasília (DF), para tratar do assunto

 

Hoje (9), o Ministro dos Portos, Leônidas Cristino, declarou apoio da Secretaria Nacional de Portos para a construção da marina itajaiense. Em encontro realizado em Brasília (DF), a comitiva representada pelo prefeito Jandir Bellini (PP), o presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM) e  o superintendente do Porto, Antônio Ayres dos Santos, encaminhou todas as tratativas.

Pissetti considera o contato direto com a capital federal essencial para a desburocratização do projeto. “Itajaí tem todas as condições para abrigar um empreendimento desse porte (…) ele traz turismo, desenvolvimento, geração de emprego e renda, mas para isso, temos que erguer nossas vozes e buscar investimentos”, disse o democrata.

 Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto:   Andrezza Barros  – Secretaria de Portos

         

Pissetti emplaca projeto no Senado
23/11/2011

“Mães Cuidadoras” é anexado a Projeto de Lei do Congresso Nacional 

A luta incansável pela instituição de amparo legal às mães cuidadoras de deficientes múltiplos e graves do país ganhou mais uma batalha. Após ser apresentada por três vezes no Legislativo de Itajaí e tramitar na mesa da presidenta, Dilma Rousseff (PT), o documento elaborado pelo vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), foi anexado a Projeto de Lei do Congresso Nacional.

No início de novembro o Senado federal confirmou o pedido de Pissetti e inseriu a ideia do Presidente da Casa de Leis itajaiense ao Projeto de Lei da Câmara Federal, nº 040/2010, do ex-deputado Leonardo Mattos (PV-MG), que trata da concessão de aposentadoria especial à pessoa com deficiência filiada ao Regime Geral de Previdência Social.

Feliz, Pissetti comemora a expansão de sua iniciativa e aposta que os maiores passos já estão sendo alcançados. “São mães que vivem no silêncio de seus lares, é urgente que alguém fale por elas e seus filhos (…) é meu dever falar por estas famílias, esse projeto jamais ficará em minha gaveta”, garante o democrata.

O “Mães Cuidadoras” no município

O ante projeto atribui à Secretaria de Desenvolvimento Social, auxiliada pela Secretaria da Criança e do Adolescente, o cadastramento de todos os lares que possuem portadores destes tipos de deficiência (múltipla ou grave), já que estes são considerados juridicamente incapazes e acabam não sendo amparados por políticas públicas específicas.

Caso a proposição seja transformada em Lei, a Prefeitura deverá isentar as residências, que acolhem múltiplos deficientes, de todos os impostos e taxas municipais. Ao Desenvolvimento Social caberá a tarefa de suprir as famílias com, no mínimo, dois cartões cidadania: um para atender ao portador de necessidades especiais e outro aos cuidadores.

“Temos que evitar situações constrangedoras que exponham estas famílias em programas de TV sensacionalistas, estes acabaram se tornando o único meio para se conseguir pacotes de fraldas, remédios ou cadeiras de rodas”, constata Pissetti, ele ainda lembrou o trecho da Constituição que fala na garantia de vida digna a todas as pessoas.

O quadro de serviços do Programa também abrangeria a Secretaria de Saúde. O fornecimento de medicamentos, fraldas, e o atendimento médico e fisioterápico domiciliar, ao deficiente e familiar cuidador, ficaria garantido pelo setor. “As mães envelhecem e os filhos crescem adquirindo, em muitos casos, peso e estatura maior que dessas guerreiras que continuam a carregá-los nos braços para alimentar, dar banho e trocar fraldas”, explica e frisa o autor da medida: “a pessoa que cuida por muitos anos de um enfermo, tem a saúde física e emocional abalada”.

Um dos artigos da indicação respalda ao Executivo a garantia da prática de atendimento diferenciado em todos os órgãos municipais e conveniados. A preferência na aquisição de moradias populares, a construção de banheiros adaptados e rampas em ruas, também estão previstas. “Muitas destas pessoas sequer possuem banheiro, quanto mais com adaptação específica para minimizar a dificuldade das tarefas”, finaliza Pissetti.

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto: Victor Schneider – Câmara de Vereadores

Carteiras de Trabalho poderão ser confeccionadas em Itajaí
21/03/2011

Pissetti classifica o serviço como essencial para a região metropolitana da cidade

O trabalhador itajaiense poderá, em breve, dar seu grito independência com sua carteira de trabalho em punho. Na última quinta-feira (17), o procurador geral da Câmara de Municipal, Ivan Luiz Macagnan, e o chefe de gabinete da presidência do Legislativo, Arquimedes Dauer Júnior, estiveram em Brasília (DF), na tentativa de trazer a emissão do documento para a Itajaí. O Ministério do Trabalho fixou prazo de 60 dias para o início dos serviços.

A ação nasce em virtude da demora no despacho das carteiras pela Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Blumenau. Através de ofício o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), alega ao ministro do trabalho, Carlos Roberto Lupi, que o trâmite atual tem gerado desconforto e, inclusive, a perda da vaga de emprego pelos cidadãos da região.

Pissetti sugere que a Agência Regional de Itajaí deva receber a estruturação e a autorização necessárias para a emissão das carteiras, podendo também contar com o apoio da Casa de Leis local ao serviço. “Itajaí é uma cidade tão metropolitana quanto Blumenau, podemos gerar nossas próprias carteiras e desafogar o processo”, propõe, com simplicidade, o parlamentar.

Em reunião com o coordenador de identificação e registro profissional (Cirp), Francisco Gomes dos Santos, a comitiva de representantes da Casa do Povo manifestou ainda a vontade de colaborar com o projeto por meio do Balcão da Cidadania. No ano passado a Câmara de Vereadores deu entrada em mais de quatro mil pedidos (de Carteiras de Trabalho) e, nos dois primeiros meses de 2011, o serviço já ultrapassa a marca de 1.500 solicitações.

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Fotos: Vítor Schneider – Câmara de Vereadores de Itajaí

              Davi Spuldaro 

Pissetti pede apoio de Dilma às mães de múltiplos deficientes
02/03/2011

Projeto “Mães Cuidadoras” já está no Senado e quer amparar famílias de deficientes múltiplos e graves

Persistência de Pissetti levou a discussão do assunto ao Senado

Incansável, assim pode ser denominada a luta do vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), para instituir amparo legal às mães cuidadoras de deficientes múltiplos e graves do país. Ontem (1º), a ideia foi lançada pelo terceiro ano consecutivo na Câmara de Itajaí e, segundo o democrata, a retomada e a concretização da proposta são essenciais para o desenvolvimento social e humano da cidade.

Desta vez, o ofício reencaminhado pelo Presidente do Legislativo local terá mãos diferentes como destino, a torcida é para que a presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), se sensibilize com a causa. “É necessário um exercício de reflexão, colocando-se no lugar dessas famílias, com suas dores, angústias e incertezas (…) a Dilma é mulher e é mãe, isso aumenta minha esperança”, garante o idealizador.

O documento enviado a Brasília (DF), quer encontrar eco e tornar nacional a solução elaborada no ante projeto batizado por Pissetti de “Mães Cuidadoras”, que já está sob análise das Comissões do Senado. “São mães que vivem no silêncio de seus lares, é urgente que alguém fale por elas e seus filhos (…) é meu dever falar por estas famílias, esse projeto jamais ficará em minha gaveta”, diz o parlamentar itajaiense.

O “Mães Cuidadoras”

O ante projeto atribui à Secretaria de Desenvolvimento Social, auxiliada pela Secretaria da Criança e do Adolescente, o cadastramento de todos os lares que possuem portadores destes tipos de deficiência (múltipla ou grave), já que estes são considerados juridicamente incapazes e acabam não sendo amparados por políticas públicas específicas.

Caso a proposição seja transformada em Lei, a Prefeitura deverá isentar as residências, que acolhem múltiplos deficientes, de todos os impostos e taxas municipais. Ao Desenvolvimento Social caberá a tarefa de suprir as famílias com, no mínimo, dois cartões cidadania: um para atender ao portador de necessidades especiais e outro aos cuidadores. “Temos de evitar situações constrangedoras que exponham estas famílias em programas de TV sensacionalistas, estes acabaram se tornando o único meio para se conseguir pacotes de fraldas, remédios ou cadeiras de rodas”, constata Pissetti, lembrando o trecho da Constituição que fala na garantia de vida digna a todas as pessoas.

O quadro de serviços do Programa também abrangeria a Secretaria de Saúde. O fornecimento de medicamentos, fraldas, e o atendimento médico e fisioterápico domiciliar, ao deficiente e familiar cuidador, ficaria garantido pelo setor. “As mães envelhecem e os filhos crescem adquirindo, em muitos casos, peso e estatura maior que dessas guerreiras que continuam a carregá-los nos braços para alimentar, dar banho e trocar fraldas”, explica e frisa o autor da medida: “a pessoa que cuida por muitos anos de um enfermo, tem a saúde física e emocional abalada”.

Um dos artigos da indicação respalda ao Executivo a garantia da prática de atendimento diferenciado em todos os órgãos municipais e conveniados. A preferência na aquisição de moradias populares, a construção de banheiros adaptados e rampas em ruas, também estão previstas. “Muitas destas pessoas sequer possuem banheiro, quanto mais com adaptação específica para minimizar a dificuldade das tarefas”, finaliza Pissetti.

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto: Victor Schneider e Davi Spuldaro – Câmara de Vereadores de Itajaí                      

Pissetti faz pronunciamento em Brasília
06/07/2010

No dia 28 de junho o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), esteve na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), onde prestigiou a sessão solene em homenagem aos 150 anos de Itajaí. Confira o discurso de Pissetti na tribuna do Legislativo Federal. Não deixe de acompanhar nossa programação, acesse: www.youtube.com/tvpissetti

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

 Texto e produção: Assessoria Parlamentar