Archive for dezembro \22\UTC 2011

Pissetti discursa no encerramento das atividades de 2011
22/12/2011

 

Anúncios

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO!
22/12/2011

Lei do repasse às entidades beneficentes é sancionada
14/12/2011

“Sobra”, que voltava à Prefeitura, sairá da Câmara com destino certo

Projetos de educação, saúde e entidades beneficentes ganharam uma forte aliada. Na tarde de hoje (14), foi sancionada a Lei que repassa as verbas não utilizadas pela Câmara diretamente a estes segmentos. Feliz, o autor da proposta, o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), voltou a enfatizar a quebra de paradigmas na administração pública.

O prefeito, Jandir Bellini (PP), justificou a cerimônia de sanção pelo significado especial da nova medida adotada pelo município. Logo depois ele destacou os pontos que abrangem a proposta e, ao chegar aos investimentos em Escola em Tempo Integral, Pissetti não se conteve e o aplaudiu, transparecendo o especial carinho pela bandeira levantada na educação.

“A Escola em Tempo Integral é o futuro da nossa educação (…) é uma grande honra poder sancionar essa Lei, quero aqui parabenizar o Pissetti e os demais vereadores”, disse Bellini. “Quero destacar a sensibilidade e o espírito democrático do prefeito que, deixa de ser um pouco prefeito para dividir essa atribuição com os demais vereadores, com isso, Itajaí só ganha”, declarou Pissetti.

Confira a destinação dos investimentos:

10% Para o Programa de Escola em Tempo Integral

10% Para a implantação e manutenção de Projeto piloto de Creches Domiciliares

10% Programa de diminuição de filas para exames de mamografia e cirurgias de mamas

10% Programa de prevenção e exames/cirurgias de câncer de próstata

10% Para procedimentos médicos e aplicações em cirurgias, e demais tratamentos clínicos em crianças

10% Para procedimentos médicos e aplicações em cirurgias, e demais tratamentos clínicos em idosos

10% Programa para procedimento contraceptivo (Laqueadura)

10% Programas de contenção da violência doméstica

10% Programas de tratamento e cuidados em crianças com deficiência

10% Programas de contenção à violência contra a pessoa e educação no trânsito

 * Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto: Victor Schneider – Câmara de Vereadores de Itajaí

         Davi Spuldaro

Lei do repasse das verbas não utilizadas pela Câmara será sancionada amanhã
13/12/2011

Cerimônia pública será realizada na Prefeitura

Acontece amanhã (14), às 15 horas, no gabinete do prefeito Jandir Bellini (PP), a sanção pública do projeto que repassa os valores não utilizados pela Câmara às entidades e programas sociais. O autor da proposta, o presidente da Casa do Povo, Luiz Carlos Pissetti (DEM), comemora a aprovação da medida. “É o grande presente de natal que nossa cidade poderia ter, é um salto importante, quero agradecer a parceria e a sensibilidade do prefeito”, disse.

“Sobra”, que voltava à Prefeitura, sairá da Câmara com destino certo

Anualmente, o Legislativo de Itajaí, por se enquadrar na faixa populacional de 100 mil a 300 mil habitantes, tem garantida pela Constituição Federal, 6% da receita tributária da cidade, referente ao ano anterior. Este valor fica à disposição da Câmara para seu custeio, sendo obrigatória a “devolução” do dinheiro que sobrou, ao Executivo, ao final de cada ano.

De acordo com Pissetti, a proposta visa disciplinar a aplicação dos recursos remanescentes. “A Câmara não pode fazer a aplicação, mas pode sim apontar o investimento neste ou naquele projeto, ou entidade (…) são cifras que estão a nossa disposição, mas que deixamos de usar pela administração enxuta dos gastos”, acrescentou.

“Somente nessa legislatura já devolvemos quase oito milhões, neste ano, mesmo com a construção da nova sede, estimo que devolveremos mais de dois milhões”, disse o presidente da Casa de Leis. O democrata  afirma que a destinação dos valores, prevista no documento, é a melhor possível. “Desta forma vejo a representatividade sendo realmente efetivada, com uma participação a mais da Câmara na vida do cidadão (…) investir em escola em tempo integral, no atendimento a pessoas com deficiência, sobretudo nas áreas mais carentes, é mudar nosso curso em busca de um futuro claramente melhor”, falou.

Confira a destinação dos investimentos:

10% Para o Programa de Escola em Tempo Integral

10% Para a implantação e manutenção de Projeto piloto de Creches Domiciliares

10% Programa de diminuição de filas para exames de mamografia e cirurgias de mamas

10% Programa de prevenção e exames/cirurgias de câncer de próstata

10% Para procedimentos médicos e aplicações em cirurgias, e demais tratamentos clínicos em crianças

10% Para procedimentos médicos e aplicações em cirurgias, e demais tratamentos clínicos em idosos

10% Programa para procedimento contraceptivo (Laqueadura)

10% Programas de contenção da violência doméstica

10% Programas de tratamento e cuidados em crianças com deficiência

10% Programas de contenção à violência contra a pessoa e educação no trânsito

 * Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto: Victor Schneider – Câmara de Vereadores de Itajaí

         Davi Spuldaro

Verbas não utilizadas pela Câmara serão destinadas a projetos e entidades beneficentes
09/12/2011

Verbas não utilizadas pela Câmara serão destinadas a projetos e entidades beneficentes

“Hoje os vereadores se tornaram um pouquinho prefeitos, e o prefeito um pouquinho vereador”, assim o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), confirmou, com alegria, aprovação da medida que repassa os valores não utilizados pelo Legislativo a projetos nas áreas educacionais e da saúde, e também às entidades beneficentes do município. Assista ao pronunciamento na TV Pissetti, www.youtube.com/TVPISSETTI, ou clicando no link acima.

 * Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

 Texto e produção: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Recursos não utilizados pela Câmara serão divididos entre projetos educacionais, saúde e entidades de Itajaí
08/12/2011

“Sobra”, que voltava à Prefeitura, sairá da Câmara com destino certo

Foi aprovado hoje (8), na Câmara itajaiense, o Projeto de Lei que pede a destinação dos recursos financeiros não utilizados pelo Legislativo às ações educacionais, saúde e entidades beneficentes do município. Autor da proposta, o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), classificou a medida como “quebra de paradigma” fundamental.

Anualmente, a Casa do Povo de Itajaí, por se enquadrar na faixa populacional de 100 mil a 300 mil habitantes, tem garantida pela Constituição Federal, 6% da receita tributária da cidade, referente ao ano anterior. Este valor fica à disposição da Câmara para seu custeio, sendo obrigatória a “devolução” do dinheiro que sobrou, ao Executivo, ao final de cada ano.

De acordo com Pissetti, a proposta visa disciplinar a aplicação dos recursos remanescentes. “A Câmara não pode fazer a aplicação, mas pode sim apontar o investimento neste ou naquele projeto, ou entidade (…) são cifras que estão a nossa disposição, mas que deixamos de usar pela administração enxuta dos gastos”, acrescenta.

“Somente nessa legislatura já devolvemos quase oito milhões, neste ano, mesmo com a construção da nova sede, estimo que devolveremos mais de dois milhões”, diz Pissetti. O presidente da Casa afirma que a destinação dos valores, prevista no documento, é a melhor possível. “Desta forma vejo a representatividade sendo realmente efetivada, com uma participação a mais da Câmara na vida do cidadão (…) investir em escola em tempo integral, no atendimento a pessoas com deficiência, sobretudo nas áreas mais carentes, é mudar nosso curso em busca de um futuro claramente melhor”, fala.

Confira a destinação dos investimentos:

10% Para o Programa de Escola em Tempo Integral

10% Para a implantação e manutenção de Projeto piloto de Creches Domiciliares

10% Programa de diminuição de filas para exames de mamografia e cirurgias de mamas

10% Programa de prevenção e exames/cirurgias de câncer de próstata

10% Para procedimentos médicos e aplicações em cirurgias, e demais tratamentos clínicos em crianças

10% Para procedimentos médicos e aplicações em cirurgias, e demais tratamentos clínicos em idosos

10% Programa para procedimento contraceptivo (Laqueadura)

10% Programas de contenção da violência doméstica

10% Programas de tratamento e cuidados em crianças com deficiência

10% Programas de contenção à violência contra a pessoa e educação no trânsito

* Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto: Victor Schneider – Câmara de Vereadores de Itajaí

         Davi Spuldaro

Pissetti pede 8 milhões em investimentos na educação
07/12/2011

Recursos viriam da proposta de cancelamento da suposta isenção na tarifa do lixo

A educação do itajaiense pode contar com um reforço de 8 milhões de reais para o orçamento do próximo ano. Ontem (6), o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), voltou a discutir o que chama de “ilusória” isenção de taxa do lixo e, desta vez, propôs que parte dos gastos com o Programa Tarifa Zero seja revertido para a Educação.

A solicitação de emenda que remaneja o valor orçamentário para 2012 foi protocolada junto à Comissão de Legislação, justiça e redação final, o assunto deve voltar ao plenário na próxima semana. O documento explica que o valor a ser destinado à área educacional é menor que a metade do que o município gasta com a manutenção da coleta seletiva de lixo.

Segundo o democrata, a isenção priva a cidade de uma série de benefícios que o Executivo poderia realizar. “O investimento é de menos da metade daquilo que a cidade deixará de gastar com a revogação dessa isenção absurda da tarifa …) a ideia é cobrá-la sim, mas dos grandes produtores de lixo, empresas, restaurantes, e de quem pode pagar o que é justo”, explicou Pissetti.

O mochilão da educação

O presidente da Câmara utilizou desta estratégia e das críticas ao “Tarifa Zero”, para sugerir, entre os investimentos a serem feitos na educação, sua bandeira de Escola em Tempo Integral e Creches Domiciliares. “Não adianta só reclamar das liminares judiciais que nos impõem zerar o déficit de vagas em nossas creches, temos é que tomar iniciativas para sanar este problema”, justificou.

 * Mais informações podem ser obtidas com o vereador Luiz Carlos Pissetti pelo telefone: (47) 9994.4276

 Texto: Marcos Marcellus Holtz – Reg. SC 03872 JP

Foto: Victor Schneider – Câmara de Vereadores

         Davi Spuldaro